Refluxo na veia safena, significado e abordagem

Posted on

Devido ao refluxo e ao aumento de pressão nas veias da perna, a pressão no tornozelo, venosa, fica maior ainda.

As Veias profundas conduzem o sangue a veia cava inferior que é a maior veia de seu corpo e que faz o retorno do sangue venoso ao seu coração. Para confirmar o diagnóstico  de veias varicosas e para um melhor planejamento terapêutico, seu médico pode solicitar um teste de Ecodoppler Venoso de membros inferiores. Se o ultrassom visualizar insuficiência da veia safena, refluxo segmentar, ou insuficiência segmentar, o problema mais provável são as . INTRODUÇÃO O tratamento convencional das varizes dos membros inferiores consiste na remoção cirúrgica das veias insuficientes. O laser foi disparado no sentido distal para proximal na veia safena, sendo repetido o disparo até a obliteração ultrassonográfica das veias mais calibrosas. Neste retorno, um exame com US foi feito para avaliar a oclusão ou não da veia tratada e a perviedade do sistema venoso profundo. Um deles apresentava refluxo do sistema venoso profundo proximal (veia femoral) não associado à TVP prévia conhecida e que recebeu tratamento da VSP. O exame utilizado para avaliação de refluxo venoso, e como auxiliar do tratamento cirúrgico, é o Ecodoppler venoso (ecografia que avalia o fluxo venoso superficial e profundo). perna); a estrutura da parede das veias superficiais nos membros inferiores,

Hemorroidas são veias no ânus inflamadas (do gênero varizes) e que causam dor. Elas podem ser externas ou internas.

  • Tratamento com Laser endovenoso

responsáveis pela drenagem de 80 a 85% do sangue venoso nos membros inferiores,

A veia safena pode ter um refluxo e este refluxo não estar comprometendo em nada sua saúde. A veia safena só pode ser removida se o sistema venoso profundo estiver saudável. VARIZES VARIZES DE MEMBROS INFERIORES OU INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA VARIZES são dilatações das veias dos membros  inferiores, que se encontram tortuosas, com perda da função destas veias. Por estas razões, a veia safena deve seguir rigorosas seleções para serem retiradas nas cirurgias de varizes dos membros inferiores. PRESERVAR A VEIA SAFENA MAGNA: TRABALHOS PUBLICADOS COMPROVAM ESTA TESE. Veia Safena Magna. No grupo em que a Veia Safena Magna foi preservada, 78% delas estavam adequadas para serem utilizadas como pontes para o coração ou para salvar pernas. As veias varicosas de origem pélvica são uma causa importante de refluxo que não está diretamente relacionada com o sistema da veia safena. Veias varicosas da pelve podem ser identificadas durante o exame físico, indiretamente através do Ultrassom Doppler Colorido dos membros inferiores ou, diretamente, através do Doppler transvaginal, Angiorressonância ou Flebografia.

REFLUXO NA VEIA SAFENA

  • Tratamento com Escleroterapia Química

As maiores veias do sistema profundo nos membros inferiores são as femorais e as poplíteas, sendo a femoral comum (representada na imagem como V FEM COMUM) a maior delas .

Varizes dos membros inferiores são veias do sistema superficial, dilatadas (com mais de 3mm de diâmetro), alongadas e tortuosas, com alterações morfológicas e funcionais irreversíveis (Figura 03). Um autor8 constatou que os genes enfraqueceriam a parede das veias dos membros inferiores, e quando associada aos demais fatores predisponentes e desencadeantes as varizes surgiriam. Colaterais venosas ou varizes de localizações bizarras sugerem alterações no sistema venoso profundo ou presença de más formações vasculares. Deve ficar claro que o tratamento que se ocupar somente com as excisões de colaterais varicosas e demais segmentos dilatados, não eliminará por si só, as fontes de refluxo. De presença inconstante, a veia de Giacomine  – um prolongamento da Safena Parva no sentido proximal – pode ser fonte de refluxo e sintomas, devendo ser tratada em tais situações. Assim como no laser o tratamento da insuficiência da Safena Magna deve ser restrito a coxa, evitando-se deste modo a lesão do nervo Safeno na perna. A maioria dos cirurgiões não retiram a veia safena quando esta apresenta diâmetro normal e pouco ou nenhum refluxo. Esses cirurgiões acreditam que, mesmo quando existe refluxo na veia safena, em alguns casos é possível eliminar as causas desse refluxo melhorando a função da veia. A retirada da veia safena deve ser realizada apenas nos casos em que a veia apresenta-se dilatada e com refluxo.

Refluxo nas veias dos membros inferiores

  • Ligadura de perfurantes insuficientes, a cirurgia convencional, a endoscópica subfascial e a cirurgia de Linton:

TO As varizes são veias dilatadas e tortuosas, mais frequentemente encontradas nos membros inferiores, cujas funções encontram-se prejudicadas de maneira definitiva.

As varizes dos membros inferiores são dilatações sempre do sistema venoso superficial, mesmo que podendo ser provocadas por alterações do sistema profundo e perfurantes. Quando há doença que acomete as veias safenas, que são longas veias superficiais, pode ser necessário interromper o fluxo de sangue pelos trajetos doentes da veia safena. Entretanto, as veias safenas muito dilatadas e/ou a presença de refluxo autorizam sua retirada para tratamento da doença varicosa, mesmo porque, neste caso, são imprestáveis como “ponte”. a este retorno, tornando as veias dos membros inferiores mais A safena é uma grande veia que vai da virilha, passa pelo joelho, onde se divide em duas, a safena magna e a safena parva, que continuam até os pés. Até pouco tempo, o principal tratamento cirúrgico era a remoção das veias varicosas, inclusive da veia safena magna que constitui o principal eixo de drenagem venosa superficial. O ecodoppler venoso dos membros inferiores (EDV) é o exame “padrão ouro” na investigação e diagnóstico das varizes ou insuficiência venosa superficial (IVS). A prótese utilizada foi de [email protected] com silicone, colocada ao redor da veia safena magna, na sua porção terminal. CONCLUSÃO A valvuloplastia externa da veia safena magna apresenta vantagens e representa novidade no arsenal terapêutico do cirurgião vascular.

O que fazer quando há refluxo na veia safena?

A situação fica mais grave quando o coágulo se propaga ou se forma em veias maiores, como a veia safena na coxa ou veias profundas.

Este exame pode informar a localização exata do coágulo e dizer se ele está em veias maiores, como a veia safena na coxa ou veias profundas. Em alguns casos, é necessária uma pequena para interromper a veia safena e impedir que o coágulo migre para veias profundas. Nos membros inferiores o sistema venoso pode ser subdividido em superficial e profundo de acordo com sua posição em relação à fáscia. a Veia Safena magna deságua na Veia Femural. safena magna, na face medial da coxa e panturrilha. ântero-medial da perna, todas drenando para uma veia safena magna insuficiente. tributárias principais da veia safena magna, que se comunicam perto da sua O arco venoso dorsal, no qual desaguam as veias metalarsicas dorsais, continua com a veia safena magna (interna), medialmente, e a veia safena parva (externa), lateralmente. A veia safena externa sobe a partir do arco venoso dorsal na região lateral do pé, ascendendo posterior ao maleolo lateral e desaguando na veia poplítea, após penetrar a fascia.

Os fatores agravantes do refluxo nas veias safena são:

Existem veias gastrocnêmias bilaterais, que drenam na veia poplitea distalmente ao ponto onde drena a veia safena externa.

Estas veias de grande calibre têm capacidade contrátil limitada, quando comparadas com a veia safena interna, que possui parede espessa. Não é incomum um parente possuir refluxo significativo na junção safeno-femoral ou não ter veias varicosas importantes ao exame físico. O tratamento moderno das veias varicosas é fundamentado no princípio da ablação da fonte de refluxo, algumas vezes denominado ponto de escape. Foi recentemente adicionado ao arsenal para tratamento das veias varicosas a ablação por radiofreqüência da veia safena. Isso é explicado pelo refluxo progredindo distalmente na veia safena interna e sobrecarregando o sistema venoso profundo. hemodinâmica venosa em alguns membros, conforme o esperado, devido à remoção do refluxo superficial e do fluxo da veia perfurante. veia safena magna (interna) acende próxima ao nervo safeno ascendendo Cockett, antes de se unirem a veia safena magna no joelho.