Varizes: como deve tratar a má circulação?

Posted on

Seu médico precisará olhar suas pernas e pés nuas para diagnosticar varizes e descobrir o tratamento que pode ser melhor para sua condição.

Juliana Puggina Cirurgia Vascular e Endovascular CRM-SP 134.963 As varizes, apesar de serem mais comuns nas pernas, também podem acometer as veias da região pélvica. Se forem constatadas as varizes pélvicas, você deverá ser encaminhada a um Cirurgião Vascular com experiência em cirurgia Endovascular para realizar o tratamento. De acordo com Guilherme Pitta, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, qualquer pessoa pode ter varizes, mas elas aparecem três vezes mais em mulheres. Quem sofre com varizes deve ir ao médico vascular, que indicará o melhor tratamento para cada caso. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. Nesta cirurgia, o médico faz pequenos cortes sobre as varizes e remove os vasos que estão provocando as varizes mais superficiais. A diminuição da pressão dentro dos vasos das pernas reduz o volume das varizes e evita a formação de novas, resolvendo problemas com varizes muito grandes e vasinhos, por exemplo. Carolina Dutra Queiroz Flumignan, cirurgiã vascular da Clínica MedPrimus São Paulo, ressalta que as veias superficiais das pernas quando estão dilatadas, alongadas e tortuosas são chamadas de varizes. “Nos casos em que o cirurgião vascular diagnosticar varizes, salvo problemas de saúde que impeçam a cirurgia, a retirada é indicada para melhora do retorno venoso”, comenta Carolina.

As veias engrossam e a circulação é prejudicada - são as varizes que aparecem e provocam problemas que vão além da estética. Saiba como se cuidar para evitá-las

  • Dor nas pernas ou virilhas;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Pernas mais inchadas no final do dia.

Mas será que, além do tratamento médico, algumas medidas caseiras podem ajudar a tratar as varizes?

Outra dica essencial, de acordo com a cirurgiã vascular, é descansar com as pernas mais elevadas, e realizar caminhadas para ativar a circulação. Tratam-se apenas de alternativas naturais simples para tentar melhorar a aparência e os sintomas das varizes, mas devem estar associadas a outras medidas de tratamento orientadas pelo médico. Como qualquer outra questão relacionada à saúde, quanto antes a pessoa que tem ou suspeita ter varizes procurar o médico, melhor é o resultado do tratamento. O angiologista é o médico responsável pelas doenças clinicas vasculares que não necessitam de cirurgia, embora um cirurgião vascular também esteja apto para o fazer. Componente de tratamento da cirurgia vascular é a escleroterapia, também conhecida como secagem de varizes. Muitas vezes o médico pode recomendar a toma de remédios como Daflon, Venalot ou Varicocell, para melhorar a circulação sanguínea e prevenir o surgimento de varizes. Porém, as varizes mais grossas podem necessitar e tratamento mais adequado, podendo ser necessária a toma de remédios indicados pelo médico ou a realização de cirurgias específicas. “Ele pode ser usado para tratar quase todas as varizes, desde os vasinhos muito pequenos (telangiectasias), até a veia safena. Como tratamento o paciente deve ser avaliado individualmente pelo cirurgião vascular sobre as suas queixas, quadro clínico das varizes e expectativa do tratamento.

A Cirurgia Vascular é a área da Medicina que faz o diagnóstico e tratamento da patologia do sistema vascular que inclui a patologia arterial, venosa e linfática.

  • Varizes dos membros inferiores, unilateral e bilateral
  • Úlceras venosas e feridas
  • Trombose venosa profunda (TVP)
  • Tromboflebites
  • Síndrome pós-trombótico
  • Escleroterapia de derrames, telangectasias, aranhas vasculares e varizes reticulares

Por isso, devemos tratar quanto antes as pequenas varizes que vão surgindo.

Se o tratamento for para tratar varizes pequenas, os resultados podem ser visíveis em cerca de 3 a 6 semanas. Após a escleroterapia de veias, o sangue não pode mais entrar na veia tratada, o que evita a formação de novas varizes no mesmo local. Por outro lado, muitos doentes que procuram avaliação por cirurgia vascular para tratamento das suas varizes, confessam o seu receio em submeter-se a uma cirurgia. As pessoas que apresentam câimbras devem consultar-se com um cirurgião vascular para identificar alterações na circulação das pernas ou qualquer outra condição que está causando esta enfermidade. Tratamento de Escleroterapia Trata veias superficiais com infiltração e um produto químico que provoca a destruição de pequenas varizes posteriormente absorvidas pelo organismo. Após limpeza com álcool da zona a tratar, o médico recorre a uma agulha fina para injectar uma solução na veia afectada. Aplica-se uma compressa no local da injecção para manter a zona comprimida enquanto o médico avança para a próxima veia a tratar. Quando uma doença circulatória como, por exemplo, as varizes, se agravam o dá espaço ao cirurgião vascular que cuida da fase mais complicada dessas doenças. Em alguns casos, o médico pode também indicar a utilização de meias de compressão, para prevenir o surgimento de varizes e auxiliar na circulação sanguínea.

Varizes: Receita Caseira Para Acabar Com Varizes Nas pernas, Remedio Caseiro Para Varizes NATURAL

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

Essa remoção das veias, naturalmente é feitas através de pequenas incisões (cortes), que geralmente variam de 1 a 3mm de extensão, dependendo do diâmetro da veia.

A falta de circulação faz com que pequenas feridas cresçam e se juntem, formando a úlcera, que pode surgir devido a traumas ou espontaneamente. O responsável pelo tratamento da úlcera varicosa é o médico angiologista ou cirurgião vascular. As telangiectasias, nome científico dos vasinhos nas pernas, podem ser sinal de problemas mais graves em veias maiores do sistema circulatório que os médicos angiologistas chamam de varizes. Você pode tratar os vasinhos nas pernas e as varizes em qualquer clínica que tenha um médico Angiologista ou Cirurgião Vascular ou Endovascular. O tratamento adequado das varizes é um dos temas em debate no 30º Encontro de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro, que termina hoje (19). As varizes são diagnosticadas pelo cirurgião vascular pela cuidadosa inspeção e palpação das pernas. Alguns produtos naturais podem ajudar a melhorar a circulação sanguínea no local e também fortalecer as paredes das veias, impedindo que as varizes se formem. Dor nas pernas, varizes, inchaços nas veias, queimação na perna e na plantas dos pés, entre outros, podem ser sintomas tratados pelo angiologista/cirurgião vascular. Assim, o médico pode ainda recomendar utilizar um dos outros tipos de tratamento para eliminar as varizes.

Cirurgião Médico Vascular - Professor Dr. Kasuo Miyake, é referência no tratamento de varizes.

Essa veia não faz falta, na verdade ela estava atrapalhando a circulação venosa do paciente”, explica o médico Felipe Borges Fagundes.

A Consulta de Medicina Venosa dedica-se ao diagnóstico e tratamento de varizes, tromboses, derrames e outros problemas que afetam as veias. Na cirurgia para varizes pélvicas, o médico faz um “nó” nas veias afetadas, fazendo com que o sangue circule apenas nas veias que estão saudáveis. Em primeiro lugar, é preciso escolher um médico Cirurgião Vascular, que é o profissional habilitado para tratar as varizes e outros problemas da circulação. Após a alta do hospital, deve usar meias elásticas e fazer repouso de acordo com a orientação do médico Cirurgião Vascular. Além disso, a má circulação pode causar tromboflebite superficial, ou trombose venosa profunda, que são situações mais graves e em que são necessários medicamentos para o tratamento. [1] Método 1 1 Manter as pernas na mesma posição por muito tempo reduz a circulação delas e pode acumular sangue nas veias. Os sapatos baixos fazem com que os músculos das panturrilhas trabalhem mais conforme você anda, o que ajuda na circulação de sangue nas pernas. A postura dos pés contra a parede é ótima para a circulação e para o fluxo sanguíneo, reduzindo a chance do surgimento de varizes nas pernas. Em caso de sintomas de varizes, deve-se procurar um médico angiologista ou cirurgião vascular.

Reunião do Capítulo de Cirurgia Vascular: “Varizes dos membros inferiores – Do médico de família ao cirurgião”

A escolha do tratamento das varizes, sejam elas sintomáticas ou de preocupação estética deve ser feita após uma consulta médica com o cirurgião vascular.

As varizes são basicamente um problema na circulação, em que o sangue não consegue fazer o seu caminho de volta ao coração e fica aprisionado nas pernas. Para as varizes relacionadas à problemas na veia safena, a ainda é uma excelente opção. O uso destes remédios deve ser de acordo com as indicações do médico de varizes que é o angiologista ou o cirurgião vascular. Atua juntamente com a cirurgia vascular, sendo este o modo de tratamento para as doenças detectadas pelo médico especializado. O tratamento mais procurado pelos pacientes que pode ser solucionado por um médico especializado em angiologia é o tratamento das varizes.