Como é feita a cirurgia para remover as veias? (Parte 2)

Posted on

A veia superficial mais comprida é a veia safena interna, que vai do tornozelo à virilha, onde se une à veia profunda principal.

Em 1877, Schede utilizava técnicas de ligadura percutânea, interrupções múltiplas e depois dele em 1885, Madelung descreveu a retirada completa da safena magna, combinada com a  ligadura de colaterais. Em 1906, Charles Mayo, nos EUA,  descreveu a retirada da safena, utilizando um fleboextrator em anel, que permitia a retirada da veia e a secção de colaterais. Para remover as veias varicosas, existem diferentes tipos de tratamentos médicos, cirúrgicos e não cirúrgicos, que pode ser realizados usando diferentes técnicas cada vez mais inovadoras. A luz do laser aplicada dentro das veias (endoluminal) é usada para obliterar a região da veia safena que foi afetada pela doença de varizes. Em princípio, quase todos os pacientes que sofrem de varizes das veias safena podem ser submetidos a terapia a laser. Como no caso da cirurgia de remoção, a veia safena só pode ser removida por terapia a laser se o sistema venoso profundo estiver saudável. ex., para o tratamento da grande e da pequena safena (veias safenas magna e parva) são injetados até 4 ml por injeção (na veia safena magna no máximo 6 ml). Cateterização seletiva da veia ovariana esquerda Resultado após embolização com coil e espuma 1º ( dia da cirurgia) Repouso no leito, falar pouco, cuspir ate que a saliva esteja clara. O laser endovenoso também melhorou muito os resultados e diminuiu muito o repouso pós tratamento de safena.

O tratamento das varizes com espuma é uma opção à realização de cirurgia, o uso de esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos últimos anos.

  • Laser Transdérmico
  • Espuma Densa Ecoguiada
  • Termocoagulação por radiofrequência
  • Esclerose Líquida
  • Cirurgia
  • Manutenção do Tratamento

O tratamento das veias mais finas é realizado em consultório e, após a aplicação do laser, o paciente pode retornar imediatamente ao trabalho.

O tratamento é feito mediante a injeção de uma substancia esclerosante, na forma de espuma para que veia varicosa desapareça. É indicada também para tratamento de varizes grossas, inclusive a veia safena, em pacientes que não desejam se operar e pacientes idosos sem condição clínica para cirurgia. O pós-operatório da cirurgia de varizes a laser exige, em média, repouso de apenas 3 dias, podendo o paciente retomar as atividades normais após avaliação médica. 11h40 – 11h50 – Tratamento das varizes de veia safena com Laser – Jesus Antônio de Carvalho Abreu (PI) A identificação dessas veias nas pernas deve ser feita com um exame de ultrassom doppler, podendo ser tratadas com ligadura ou laser. veja a seção “Depoimentos” “Quem determina o repouso é o paciente!” Pergunta #3: Onde é feita a cirurgia? Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. • O edema pode permanecer até o terceiro mês após a cirurgia, especialmente onde foi realizado safenectomia (retirada da veia safena). veia safena doente), ligadura de veias perfurantes insuficientes e ressecção

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • Hematoma nas pernas;
  • Dores nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna;
  • Infecção das veias;
  • Hemorragia.

Quando realizamos qualquer tratamento para varizes, seja cirurgia, laser, radiofrequência, espuma etc, estamos retirando aquela veia que não está funcionando bem naquele momento.

Microvarizes A escleroterapia, popularmente conhecida como “aplicação” ou “secagem de vasinhos” é atualmente a terapia mais escolhida para o tratamento das microvarizes. O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena. Por meio da cirurgia de varizes a laser não é necessário remover a veia. Trata-se da retirada das veias tributárias da veia safena magna e parva, também conhecidas como veias tronculares. Ela pode ser aplicada inclusive na veia safena, que é a principal veia superficial da perna. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. O laser endovenoso é uma técnica que permite o tratamento de varizes para veias maiores, com rápida recuperação do paciente. Quando a cirurgia envolve a retirada de apenas algumas veias colaterais e as safenas não precisam ser retiradas, a anestesia pode ser local. Neste caso, é realizada uma injeção de anestésico no local onde será feito cada pequeno corte na perna para a retirada da veia.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

O curativo da cirurgia de varizes é feito com pequenos pedaços de fita adesiva que fecham os orifícios de retirada das veias colaterais.

Com o aparecimento dos tratamento de varizes com laser e radiofrequência, no caso para as veias safenas, diminuiu-se a necessidade e tempo de repouso, recomendando-se andar já em 24 horas. O tratamento médico e cirurgia de varizes são usados para remover as veias varicosas ou para fecha-las. Existem várias opções de tratamento para varizes grossas, sendo as mais utilizadas a cirurgia, o laser e a escleroterapia ecoguiada com espuma densa. Neste tratamento o médico irá injetar a espuma diretamente na variz, após verificar com uma ecografia qual o local mais adequado para a aplicação da injeção. Nesses casos o tratamento cirúrgico dessas colaterais pode diminuir a sobrecarga gerada na safena e com isso tornar seu funcionamento mais eficiente. Em todos os casos de terapia com ondas de rádio, a veia safena só pode ser removida por terapia a laser se o sistema venoso profundo estiver saudável. As técnicas cirúrgicas para tratar as varizes incluem ligadura destas veias, retirada destas (remoção de um longo segmento de veia varicosa utilizando-se instrumentos cirúrgicos especiais) e  microcirurgia ( ver acima). Cirurgias muito longas na duração ou muito extensas na área do corpo podem aumentar e muito os riscos para o paciente. Após os tratamentos de veias nas pernas, o paciente pode precisar de usar meias de suporte por uma ou mais semanas para manter a pressão sobre as veias tratadas.

Este trabalho deixou claro que, quando bem empregado, o laser endovenoso pode ser utilizado no tratamento da veia safena insuficiente de forma segura.

A fleboextração da veia safena tem sido aceita como padrão no tratamento de varizes há mais de 100 anos e as suas complicações já são bem conhecidas. Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. Quando há doença que acomete as veias safenas, que são longas veias superficiais, pode ser necessário interromper o fluxo de sangue pelos trajetos doentes da veia safena. Isso pode ser conseguido através da retirada da veia safena (safenectomia) ou provocando o fechamento da veia por termoablação (laser ou radiofrequência). Uma opção para o tratamento de varizes sem cirurgia é a Escleroterapia (conhecida também como secagem de vasinhos) e a esclerose com espuma (utilizada para varizes e Microvarizes). Em alguns casos cirurgia a laser é mais indicada para tratamento da veia safena. Especialmente nos casos em que a veia safena precisa ser tratada, o laser se mostra superior à cirurgia tradicional de safenectomia (saiba mais sobre esta cirurgia no post “ “). Nos casos em que existem varizes maiores e insuficiência da veia safena, o laser também pode ser empregado. Nesse ponto os cirurgiões vasculares entram em consenso: SIM, o tratamento das veias safenas com laser é melhor do que a retirada convencional da veia (safenectomia). Em outros poderá retornar às suas atividades de trabalho 48 horas após a cirurgia ou até após 7 dias (quando submetida à retirada da veia safena). Edema (Inchaço) Edema leve até o 3º mês de cirurgia especialmente nos casos onde foi feita safenectomia (retirada da veia safena) é normal. O que diferencia o tratamento de varizes por Laser Endovenoso do tratamento convencional de retirada da Safena (Safenectomia)? Isto pode eliminar os hematomas e dor, muitas vezes associada a safenectomia (geralmente resultante da ruptura de veias colaterais e perfurantes enquanto a veia safena é puxada). • Diminuição da dor, do edema (inchaço) e dos hematomas no pós-operatório (frequentemente associados com o método convencional de ligadura e retirada da veia safena). Da mesma forma que o laser, sua aplicação no tratamento das varizes já é bastante estudada e uma ótima opção para o tratamento da veia safena.